[CSP Entrevista] Fernanda Ribeiro


Ela é “mineirinha da gema”  nascida em 20 de fevereiro (não vou ser indelicado de contar a idade da dama). Ela é linda, simpática, uma fofura de pessoa, cheia de estilo e atitude de sobra! Formada em jornalismo pela PUC Minas, com experiência em rádio, televisão, jornais e revista. Atualmente ela está no comando dos programas Conexão 102,9 e ----------- da Radio CDL-BH 102,9 mais já passou também pelo Agenda, Breve historia da Rede Minas e por outras varias emissoras. E eu tive o prazer de conversar com uma das minhas jornalistas prediletas.  Estou falando de ninguém menos que Fernanda Ribeiro e hoje vamos descobrir algumas das muitas faces dessa jornalista que "lacra" mesmo!

 Eu amo e admiro muito o seu trabalho!


CSP: Quando você decidiu ser jornalista? 

Fernanda: Com 17 anos você não sabe muito o que quer.....rsrsrs.....na verdade minha primeira opção foi fazer geologia para depois me especializar em paleontologia, mas acabei passando em jornalismo também e optei porque sempre gostei de ler e escrever!

CSP: Teve alguém que influenciou na sua escolha?

Fernanda: Não. Minha escolha foi bem pessoal.

CSP: Qual foi maior dificuldade que você enfrentou na profissão?

Fernanda: Dificuldade na profissão de jornalista é pelo resto da vida...rsrs...mas graças a Deus sempre tive muita sorte de trabalhar em lugares bacanas!!!  Acho que a dificuldade maior foi logo depois de formada, que é quando você se vê com o diploma na mão e sem emprego! Mas, rapidinho entrei no mercado. Primeiro numa agência de publicidade, depois em rádio e TV.

CSP: Tem algum acontecimento muito engraçado nos seus anos de profissão?

Fernanda: Têm vários. Entrevistas incríveis, engraçadas e emocionantes. Tem um caso que não é tão engraçado, mas me marcou muito. No primeiro dia de apresentação do programa Agenda da Rede Minas eu não sabia que já estava no ar (o programa era ao vivo) e quando me vi na tela do monitor me confundi toda e perguntei na lata: já ta no ar? Minha diretora na época, muito calmamente me disse no ponto que estava sim. Eu olhei pra câmera abri um sorriso e disse o primeiro dos “Olás” que disse ao longo de 12 anos à frente do programa!!!  Esse episódio me fez ver que não adianta você querer disfarçar gafe ao vivo, assuma que errou e siga adiante!!!

CSP: Dentre as várias pessoas que já passaram pelas suas entrevistas e/ou matéria, teve alguma que te marcou de forma muito significativa?

Fernanda: Teve sim. Na verdade duas. A primeira foi uma entrevista com a dupla Pena Branca e Xavantinho no Agenda. Eu era muito menina, tinha preconceito, nunca gostei de sertanejo. Mas eles foram tão legais, tão humildes e sábios que a entrevista foi sensacional  e me emocionou. A partir daquele dia aprendi que não se pode ter preconceito para fazer uma boa entrevista!!!
E a segunda foi quando estava estreando minha coluna de cultura no MGTV na Rede Globo Minas. Meus entrevistados eram Nicete Bruno e Paulo Goulart. Antes da entrevista ficamos batendo um papo e disse a eles que estava nervosa porque era minha primeira entrada na Globo. Ele, muito gentilmente, ficou me dizendo palavras de incentivo. Quando eu entrei ao vivo, enquanto dava o meu texto, senti uma mão enlaçando a minha e vi que era ele me dando força. Quando acabou, ele
me deu uma abraço apertado e disse: não falei que ia dar tudo certo?  E deu. Essa história sempre me emociona!!!



CSP: Trabalhar em uma emissora pública tem alguma diferença em relação a uma emissora privada?




Fernanda: Tem sim. Numa TV pública você trabalha com recursos bem limitados. Diante disso, a criatividade e a capacidade de se virar nos 30 são inerentes em nós. Costumo dizer que quem trabalha na Rede Minas trabalha em qualquer lugar!

CSP: Se você tivesse que escolher entre trabalhar só no rádio ou só na TV. Qual seria sua escolha?

Fernanda: Acho que sou feliz fazendo os dois... rsrs... É difícil escolher porque são dois veículos fascinantes! Adoro trabalhar na CDL-FM e na Televisão. Mas sempre tive uma quedinha maior por rádio!

CSP: Você tem uma ligação com a moda?

Fernanda: Minha ligação com a moda sempre foi normal. Gosto de ler algumas revistas, ver o que é bonito. Procuro me vestir de forma bacana, do meu jeito, mas nada além disso.

CSP: Você tem um estilo muito autêntico. Os seus looks você mesma escolhe ou você recorre a alguém?

Fernanda: Obrigada pelo estilo autêntico! Rsrs... Na verdade não. Eu sempre escolho os meus looks do dia a dia. Na TV existe uma produtora de moda que pega as roupas nas lojas, mas eu escolho qual eu gosto mais para apresentar.



Bate e volta

Qual é a sua ideia de felicidade perfeita?
A tríade: saúde, amor e um pouco de dinheiro para fazer o que se gosta.

Tem alguma figura histórica que você se identifica?
 Não.

Melhor programa de TV? 
Breve História, programa de entrevistas na Rede Minas.

Melhor seriado de Tv? 
Pode ser dois? rsrs... Homeland e Game of Thrones.

Melhor dia da sua vida?
 Putz...pergunta difícil, hein? Tive tantos...

Um cosmético que não vive sem? 
Creme hidratante e anti-idade para o rosto.

Um cosmético que não usa? 
Acho que uso todos que posso! rsrs

Gasta muito Dinheiro com? 
Viagens.

Um sonho?
Conhecer o máximo de países que puder. Faltam tantos...rsrs

Uma cor: 
 Verde. Adoro preto e vermelho  também.

Um Ator:
 Paulo Goulart, pela gratidão que terei pelo resto da vida.

Uma Atriz:
 Ai... são tantas... Minhas xarás... Fernandona e Fernandinha.

Uma cantora:
 Adoro Marisa Monte!

Um cantor:  
Alceu Valença (por ter me proporcionado uma das entrevistas mais bacanas que fiz na minha carreira).

Uma Banda?
 Jamiroquai.

Uma bebida? 
Já foi caipilima sem açúcar, hoje água! rsrs

Uma comida? 
Feijoada.

Um filme?
 Ah! Não sou muito de listas não. Mas recentemente vi Bastardos Inglórios de novo. Não é o filme da minha vida, mas os diálogos e a história são sensacionais.

Um diretor?
Quentin Tarantino.

Um Autor?
Foi Alexandre Dumas que me fez gostar de ler por causa de O Conde de Monte Cristo e Os três Mosqueteiros.

Um livro?
O Conde de Monte Cristo, por me abrir caminhos no gosto pela leitura e Não verás país nenhum de Ignácio de Loyola Brandão, por ter me feito pensar. Um livro escrito há 20 anos, mas que continua super atual.

Um Estilo?
Casual.

Um Vicio? 
Novela... rsrs

Fernanda Ribeiro em uma palavra?
 Feliz!



E vocês o que acharam? 

Deixem seus comentários e 
Me sigam no instagram e fique por dentro de mais novidades! 
www.instagram.com/canseideserpop ou @canseideserpop. 
Eu também estou no Snapchat... canseideserpop sigam me! 






Revisão de Texto: Fabricio Moura

My Instagram