QUEM É ELE?
Diorman Luiz Werneck é fashion designer, pós graduado em comunicação e marketing em mídias digitais, blogueiro desde 2006 por um feliz acidente do destino, adora conversar com as pessoas, ouvir historias e dar conselhos. Viciado em series, café, e como deu pra perceber fala demais!

@canseideserpop

26/09/2016

A vida e seus inúmeros por quês!

Normalmente eu gosto muito de escrever sobre mim. Sim, eu acho que essa é uma ótima forma de me conhecer melhor e, com o tempo, eu fui aprendendo que as pessoas, principalmente nas redes sociais e blogs, precisam se identificar com alguma coisa, seja o sonho de consumo, como é o caso das blogueiras de luxo, a moda ou com os dramas da adolescência e juventude, que é o meu caso.



Nessa onda de escrever sobre as minhas reflexões e as coisas que acontecem comigo, eu percebi que ando tendo muita dificuldade para expressar com palavras o que eu sinto ou o que vem acontecendo no dia-a-dia. E, muitas das vezes, eu acabo anotando frases soltas nas agendas da vida. E eu vou confessar um segredo: eu adoro ter um caderninho e uma agenda pra anotar todas e quaisquer coisas.





Nos últimos dias eu ando querendo ouvir musica antiga e comer besteira, besteira entende-se por bolacha, torrada com requeijão, tomar coca-cola e fumar. Apenas isso! (Eu só quero lembrar que esse post não faz nenhuma apologia ao tabagismo ou consumo de drogas mas, eu acredito que cada um tem o direito de fazer o que quiser com seu corpo e, uma vez que sua atitude não interfere na minha vida, isso não é da minha conta. Então, se você consome algum tipo de droga. Isso é problema seu e não meu! - Isso já é assunto para outro post). 



   O que eu quero falar é sobre a necessidade que temos em expressar o que sentimos. Seja com uma musica, uma frase de efeito, uma imagem combinado com uma frase de efeito que você posta no instagram e já manda pro facebook e assim por diante. Tem um canal no YouTube que fala muito sobre coisas da vida e que, por incrível que pareça, tem me ajudado a ver e encarar certas coisas. Eu já conhecia essa "Youtuber" de vista, uma vez eu a vi dando entrevista no programa do Jô e tal. Só que o sotaque carioca, misturado com aquele jeito malandro e misturado com algo que consegue ser pior que os dois juntos, ou seja, o meu preconceito, fez eu não querer ver mais sobre essa "Youtuber" (toda vez que eu colocar a palavra "Youtuber" no texto imagine eu falando, eu acho essa palavra o máximo!). Por fim eu comecei a ver propagando dessa "Youtuber" na cidade de São Paulo toda. Assim, da Zonal Zul a Zona Leste, por toda parte tinha uma foto dessa tal de "Jout Jout". Comecei a brincar com essa imagem dela parando no ponto de ônibus com meus amigos e imitando a posse da foto e assim com outros "Youtubers" que tem espalhados por ai. Enfim, primeiro a Jout Jout me ensinou muito sobre machismo. Sim! Machismo! Ele existe e você pode ser machista sem nem perceber. O que felizmente não é meu caso, mas não pense você que não existe gay machista, por que existe "Mon Amour". É, eu sei que é difícil segurar essa "Marimba", mas existe gay machista sim. Só que, mais uma vez esse é assunto para um outro post! - Jout Jout me ensinou a construir um pensamento mais humano e abrir minha cabeça para outros assuntos sobre relacionamento, pessoas diferentes, sexualidade e por ai vai... Só que em uma dessas aventuras pelo canal dela, eu assisti um vídeo do "Porque" e fiquei refletindo sobre essa real necessidade que temos de ficar justificando tudo para todos, tendo que ter palavras para tudo.

Tem uns dias já que eu pintei meu cabelo de roxo e, se você me conhece há algum tempo, você sabe que é a coisa mais normal do mundo eu pintar meu cabelo de roxo, rosa, verde, azul, arco-íris e por ai vai brotando cor! 



E como ainda vai fazer 2 anos que moro aqui em São Paulo, as pessoas não estão acostumadas a me ver de cabelo colorido, porque desde que eu cheguei nessa cidade a única coisa que eu fiz foi merdas e trabalhar. Coisas normais na vida de um adulto - Pode não parecer mais eu sou um adulto! E, como as pessoas não estão acostumadas a ver cores no meu cabelo, quando da noite para o dia eu cheguei de cabelo colorido todos começaram a perguntar o porque eu tinha pintado e blá blá blá!



Eu, como um ótimo mortal, comecei a justificar, falando que eu já tinha feito isso antes, eu já estava acostumado a mudar a cor do meu cabelo e fazer uma maluquices... E as pessoas iam questionando e falando e me irritando e querendo por que querendo que eu aceitasse que a opinião delas estava certa.
Nessa história eu ficava irritado, brigava com a pessoa e acabava aquele clima chato. Eu não sei qual a necessidade de achar que sua verdade é absoluta e só você está coberto de razão e ainda brigar por isso com garras e dentes!



Ufa! Tô me sentindo um gato que tira a bola de pelo da garganta.



Depois de discutir com muitas pessoas e falar, falar, falar e brigar, eu achei uma luz no fim do túnel chamada Jout Jout. Nesse dia que eu encontrei a luz, foi o dia que ela postou um vídeo chamado "Porque eu quero!" Eu vou deixar esse vídeo aqui embaixo para que vocês possam ver e entender do que eu estou falando.





Então, agora quando alguém vem questionar o porque eu pintei o cabelo ou o porque eu não fui em tal lugar, porque eu não quero fazer uma tal coisa, eu uso uma resposta que pode parecer rude, mais é a mais pura verdade da vida, "POR QUE EU QUIS!", simples assim.


Conclusão do pensamento: Eu fiz por que eu quis e eu não preciso ficar justificando nada!


Enquanto eu vou tentando achar palavras para descrever os fatos e conflitos que vêm acontecendo na minha vida, eu queria que você assistisse o vídeo dessa nova moradora de São Paulo e tirasse dele alguma coisa que pode ser útil pra você. Mas, enquanto isso, eu vou aqui refletindo sobre como descrever os fatos que vêm me atormentando e pensando sobre tudo, como expor eles para vocês pode mudar ou ajudar a vocês mudarem alguma coisa em suas vidas.

Se você gostou desse post ou simplesmente achou que ele não te ajudou em nada, não precisa ficar se justificando nos comentários, mas se quiser deixar a justificativa para ajudar a melhorar eu não vou achar ruim não.




Então comenta o que você achou e me siga nas redes sociais! 





Cansei de Ser Pop | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS