QUEM É ELE?
Diorman Luiz Werneck é fashion designer, pós graduado em comunicação e marketing em mídias digitais, blogueiro desde 2006 por um feliz acidente do destino, adora conversar com as pessoas, ouvir historias e dar conselhos. Viciado em series, café, e como deu pra perceber fala demais!

@canseideserpop

15/11/2016

Ou faço o que quero ou faço o que te agrada!

A gente passa tanto tempo pensando no que poderíamos  fazer que muitas das vezes deixamos de fazer o que esta ao nosso alcance e assim ainda deixamos de fazer aquilo que nos agrada. Observo todo os dias pessoas diferentes de diferentes nacionalidades e uma coisa muito comum entre essas pessoas é que a dificuldade de lidar com a expectativa dos outros faz com que a gente acabe parando no tempo.




Eu mesmo passei por isso em alguns momentos da minha vida. Lembro em uma ocasião que falei pra minha avó que queria fazer faculdade de psicologia, ela me disse assim "vai ser pobre pro resto da vida!" - hoje dou boas risadas disso - Não por concordar com ela, mas pelo fato que depois de psicologo eu quis ser mais de um milhão de coisas incluindo agrônomo. Imagina eu no meio do mato pesquisando sobre solo, animais, seria muito engraçado. Por fim, acabei me formando em moda que era uma área que eu gostava, mas não tanto quanto eu gosto de jornalismo e comunicação. 




Esse dias, estava pensando sobre a pressão que é a vida da gente, porque na maioria das vezes a sociedade e nossas famílias querem ditar aquilo que devemos fazer com nossas vidas, essa pressão acaba fazendo com que a gente vá se tornando pessoas frustradas e infelizes. 
O tempo todo estamos escutando: Estude isso, namore fulano, seja amigo de ciclano, vai na festa X, compre Y e não seja você! Eita!

Não da pra ser assim gente! 



Outro dia meu namorado me disse que ai fazer uma prova para qual ele não tinha conseguido estudar. Eu não podia ter dito nada para ele se não o que disse naquele momento: Vai, faça a prova com tranquilidade. Você não tem obrigação de passar; Se passar ótimo! Vamos ficar felizes e comemorar. Agora, se não passar, vamos deixar pra lá e ano que vem você pode fazer de novo.


Naquele momento lembrei que existem em tudo o que fazemos duas coisas que podem ser complicadas de enfrentar: Expectativa e pressão.

1 - Expectativa que nós mesmos criamos na nossa cabeça e algumas vezes as pessoas também criam.


2 - Pressão para conseguir alguma coisa com base na expectativa que o outro criou encima de nós.


O primeiro erro que cometemos é: Acreditar que as nossas conquistas são para os outros, isso é um das maiores "mancadas" que podemos cometer contra nós mesmos. As nossas conquistas são nossas e exclusivamente para nós. As pessoas podem ficar felizes pelo que nós conquistamos. Assim como ficarei muito feliz caso meu namorado passe na prova. Só que eu não tenho o direito de exigir e nem cobrar que ele passe na prova.





Só que é valido lembrar que as pessoas também não tem obrigação de ficar feliz com você, elas também tem o direito de não se alegrar - Claro que isso é coisa de gente estranha, e o mundo está cheio de gente estranha e devemos respeitar isso.

Aceitar a pressão de que você tem que conseguir alguma coisa é assinar o termo onde assume que não vive uma vida para você e sim para o próximo. - Já tá tudo errado! - Se você de fato vive para você a cobrança alheia vai ser uma das coisas que menos vai importar e o medo do que é novo e incerto logo vai passar.



Eu sempre faço questão de ressaltar que nada e nenhuma mudança que envolva atitude é instantânea e não pode e nem deve ser momentânea e sim lenta e gradativa. É mais ou menos aquele esquema...





Mude,mas comece devagar, porque a direção 
é mais importante que a velocidade. 






Cansei de Ser Pop | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS