QUEM É ELE?
Diorman Luiz Werneck é fashion designer, pós graduado em comunicação e marketing em mídias digitais, blogueiro desde 2006 por um feliz acidente do destino, adora conversar com as pessoas, ouvir historias e dar conselhos. Viciado em series, café, e como deu pra perceber fala demais!

@canseideserpop

29/12/2016

Temos que saber a hora de ir embora!


Eu passei muito tempo da minha vida com um certo amor e acreditando que
ele era eterno. Um relacionamento que era abusivo de certa forma, - se é que
existe uma forma específica de falar sobre um relacionamento abusivo - eu
dependia daquele amor e achava, na minha inocência, que ele precisa de mim
também. Durante muito tempo, insisti para que esse relacionamento fosse para
frente e ele foi durou quase cinco anos, entre idas e vindas. O meu maior erro
foi fazer tanto por tão pouco, a cada término tive que insistir para voltar.
Brigas que eu realmente ainda não consigo entender - não que eu ainda fique
pensando nisso. Muito errado da minha parte insistir em algo que não tem
futuro e que de fato o tempo já tinha acabado. Só que quando você está
obcecado por uma pessoa, isso não faz diferença e você nem enxerga, para ser
sincero, na verdade você nem vai imaginar que essa é a saída.

Quando nós terminamos, eu entrei em um inferno pessoal, tive várias crises de
choro e
até deixei de comer, - isso pra mim é muito difícil, deixar de comer é
complicado - minha vida era resumida em chorar, fumar e infelizmente ir
trabalhar, porque eu sinto muito te dizer: quando você tá sofrendo por amor, o
mundo não vai parar e muito menos entender o que você está sentindo. Parece
que as pessoas esquecem como é perder um grande amor.

Eu acho que as pessoas esquecem como é a dor de fim de relacionamento,
então, não vai achando que sua “chefa” vai ser legal como a minha foi naquela
época. Eu estava em um ponto de sofrimento e drama tão grande que eu não
conseguia parar de chorar e o tempo todo se alguém olhava pra mim ou
falasse qualquer coisa eu simplesmente desabava em lágrimas.

Ficar em casa foi a pior coisa que eu podia fazer. Acredite em mim: ficar em
casa e/ou sozinho é a pior coisa que você pode fazer! Vai trabalhar! Pode até
parecer clichê, mas é que quando você vai trabalhar, estudar, dançar, vai pra
um barzinho que a dor parece que é bem menor e você acaba, mesmo que por
um momento, esquecendo dela.

E como aprendi que em tudo devemos aprender uma lição, - por mais boba
que seja – aprendi que ficar insistindo em coisas que não vão te levar para
nenhum lugar é uma das piores coisas que podemos fazer com nós mesmos.




Dizem que só podemos dar aquilo que temos, então, como poderemos amar
alguém sem nos amar primeiro? Saber olhar para as circunstâncias da vida,
respirar fundo, contar até mil, se for preciso, e saber que em alguns momentos
é melhor sair de cena, é uma prova de amor próprio. Insistir apenas desgasta a
relação e destrói o que poderia vir a ser uma amizade.

Tudo isso que aconteceu foi uma lição para vida toda. Temos que saber a hora
de ir embora.
Cansei de Ser Pop | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS