fotos por Clarisse Ribeiro

Depois de passar por São Paulo, Bryan Adams, que está em turnê mundial com o álbum “Shine a Light”, desembarcou no Rio de Janeiro, na Jeunesse Arena, para uma apresentação bem animada no último sábado (19).


Apesar do público não ter comparecido em peso (a pista, mais cara, estava com muitos espaços e as arquibancadas, mais baratas, estavam cheias), os fãs que compareceram reagiram entusiasmados do início ao fim da apresentação.

O cantor subiu ao palco com alguns minutos de atraso, por volta de 21h30, em meio a muitos aplausos. A canção que abriu o show foi “The Last Night on Earth”, presente no disco que dá nome à tour, lançado em março deste ano e que atingiu o 1° lugar nas paradas do Canadá.

Acompanhado de uma banda competente, Bryan, em plena forma, tocou “Someday”, faixa do CD “Live! Live! Live!”, de 1988, e “Can’t Stop this Thing We Started”, do autointitulado “Bryan Adams”, de 1991.

“Run to You” e “Shine a Light”, composta em parceria com Ed Sheeran, deram prosseguimento ao show, até os fãs explodirem em coro com “Heaven”, talvez o maior sucesso do astro canadense.

Em “You Belong to Me”, Bryan convidou todo mundo para dançar e a plateia já arriscou alguns passos nos primeiros acordes da canção.

Mais para frente, o público voltou a esquentar com “Have You Ever Really Loved a Woman?”, que foi trilha sonora do filme “Don Juan DeMarco”, estrelado por Johnny Depp em 1994.

Depois das ótimas “Here I Am” e “When You’re Gone”, “(Everything I Do) I Do it for You”, famosa por fazer parte do longa “Robin Hood, O Príncipe dos Ladrões” (1991), fez os casais trocarem carícias e beijos apaixonados.

Empolgado, Bryan afirmou que aquele era o melhor show dele em solo carioca, agitando os fãs.

Em “Back to You”, o galã tocou gaita a la Bob Dylan e agradou ao público. “The Only Thing that Looks Good on Me”, “Cuts Like a Knife” e “18 Til I Die” abriram caminho para a reta final da apresentação, com a dobradinha de “Please Forgive Me” e “Summer Of ’69”, deixando os fãs com gostinho de “quero mais”.

No retorno ao palco para o bis, Bryan apareceu sozinho para executar seu set acústico. Ele iniciou o trecho derradeiro com “Straight from the Heart”, continuou com “Let’s Make a Night to Remember” e terminou com sua colaboração ao lado de Rod Stewart e Sting em “All for Love”, com aproximadamente 1h40 de show.

Antes de deixar o palco, o cantor, simpático e comunicativo, foi até o microfone e disse “vocês foram maravilhosos”, inflamando o público.

Tendo vendido mais de 65 milhões de discos e chegado ao topo das paradas em mais de 40 países, acumulando três indicações ao Oscar, cinco ao Globo de Ouro e um Grammy, Bryan Adams provou ser um artista completo e com uma voz que segue límpida e poderosa.

Setlist:

  1. “The Last Night on Earth”
  2. “Somebody”
  3. “Can’t Stop this Thing We Started”
  4. “Run to You”
  5. “Shine a Light”
  6. “Heaven”
  7. “Go Down Rockin'”
  8. “It’s Only Love”
  9. “Cloud Number Nine”
  10. “You Belong to Me”
  11. “Have You Ever Really Loved a Woman?”
  12. “Here I Am”
  13. “When You’re Gone”
  14. “(Everything I Do) I Do it for You”
  15. “Back to You”
  16. “The Only Thing that Looks Good on Me is You”
  17. “Cuts Like a Knife”
  18. “18 Til I Die”
  19. “Please Forgive Me”
  20. “Summer of ’69”

Bis:

  1. “Straight from the Heart”
  2. “Let’s Make a Night to Remember”
  3. “All for Love”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.