A noite de lançamento da turnê “Goela Abaixo”, de Liniker e os Caramelows, no Rio de Janeiro, na última sexta-feira (10), não poderia ter sido mais perfeita. Com o Circo Voador abarrotado, a banda paulista foi reverenciada pelo público carioca do início ao fim da apresentação.

Antes deles subirem ao palco, a cantora paraense Luê mostrou à plateia algumas canções de seu repertório, carregado pela MPB. Tendo lançado o novo álbum em março passado, Liniker Barros não sabia bem o que esperar na estreia do trabalho na Cidade Maravilhosa. Mas assim que cantou a primeira faixa do setlist, a excelente “De Ontem”, a artista deve ter sentido que viveria momentos especiais.

Com os fãs acompanhando letra por letra, e fazendo muito barulho a cada música, Liniker, que soa tão bem ao vivo quanto no estúdio, passeou pelas composições de “Goela Abaixo”, como a gostosa “Calmô”, que recentemente ganhou videoclipe, a virtuosa “Boca”, a jazzística “Beau” e a envolvente “Bem Bom”, feita em parceria com a Mahmundi.

A cantora, que lembrou ao público que havia por lá uma “banquinha” com as primeiras tiragens físicas do novo disco, também incluiu no repertório do show as faixas “Claridades”, “Gota”, “Amarela Paixão” (quando a banda saiu e Liniker, sozinha no palco, cantou e tocou algumas notas com uma guitarra em punho) e “Goela”.

“Esse é um dos primeiros shows da turnê que dá pra ouvir todo mundo cantar e está emocionante demais”, disse Liniker, fazendo os fãs aplaudirem e gritarem bastante.

Quem esperava por músicas do primeiro CD, “Remonta”, ficou um pouco decepcionado, pois Liniker só cantou “Tua” e “Zero”, nem mesmo “Sem Nome, mas com Endereço” entrou no setlist. Mas ninguém podia reclamar diante de tanta entrega da cantora e da banda, somada à qualidade de todos eles.

Na reta final da apresentação, pouco antes do relógio marcar 2h, Liniker apresentou aos fãs os músicos que lhe acompanham na turnê. São eles: Rafael Barone (baixo), William Zaharanszki (guitarra), Márcio Bortoloti (trompete ), Renata Éssis (backing vocals), Marja Lenski (percussão), Fernando TRZ (tecladista), Eder Araújo (saxofone) e Pericles Zuanon (bateria). Competentíssimos, merecem cada menção e aplausos.

Para encerrar o show, com cerca de 1h20 de duração, Liniker escolheu a ótima “Lava”, levando a plateia a cantar e pular com entusiasmo. Antes da canção, ela lembrou que devemos ter e dar carinho para os outros em tempos tão sombrios.

É importante ressaltar ainda a bandeira da música independente que a cantora levantou em diversos trechos da apresentação. Quando a gente valoriza a cena, artistas como ela podem voar cada vez mais alto.

Prova disso é a escalação de Liniker e os Caramelows para o line-up do tradicional festival inglês Glastonbury, que será realizado no final de junho. Aliás, entre 2017 e 2018, o grupo visitou mais de 20 países durante a turnê “Remonta”, como Estados Unidos, Inglaterra, França, Portugal e Angola. Tá mal não, né?

fotos por Manoel Félix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.