Com Eduardo Semerjian, João Bourbonnais, Louise Helène e Luciana Ramanzini no elenco, espetáculo reestreia no Teatro do Núcleo Experimental no dia 28 de junho

Figura de destaque na cena teatral paulista atual, o diretor e dramaturgo Kiko Rieser faz nova temporada da distopia A Vida Útil de Todas as Coisas no Teatro do Núcleo Experimental, entre os dias 28 de junho e 21 de julho. O elenco é formado por Eduardo Semerjian, João Bourbonnais, Louise Helène e Luciana Ramanzini.

Em uma ficção que pode ser lida como um futuro distópico ou um realismo fantástico situado nos dias de hoje, o pai de uma família comum constata que seu próprio pai está com problemas de memória, e procura uma assistência técnica para tratá-lo.

Veja também: CHAVES – UM TRIBUTO MUSICAL

Nesse lugar, o idoso recebe o diagnóstico de que não há mais conserto ou troca para seu cérebro, portanto, seu fim está próximo. A indústria de órgãos biônicos – sempre programados para durarem pouco e serem substituídos por modelos mais novos – ainda não conseguiu criar um cérebro artificial, único órgão impossível de trocar.

Como alternativa ao problema, a loja oferece a substituição do idoso por uma máquina com aparência humana. Indignado, o protagonista rejeita a possibilidade e passa a lutar contra o comércio de substituição de pessoas por máquinas, vendo nisso um objetivo para sua vida, até então banal e rotineira.

No entanto, nem sua própria filha nem mesmo seu pai aderem a essa campanha, e ele percebe que a sociedade não está interessada nos valores que ele tenta defender.

Leia Também: ATOR MENTE ESTREIA DIA 14 DE JUNHO NO TEATRO NAIR BELLO

A encenação parte dessa situação para propor uma discussão sobre os limites entre o público e o privado, um tema cada vez mais atual. Em um tempo em que não há individualidades e identidades, apenas pessoas úteis a tais ou quais propósitos socialmente designados, não pode haver respeito à privacidade, já que tudo e todos devem servir ao sistema do qual fazem parte.

SERVIÇO
A Vida Útil de Todas as Coisas, Kiko Rieser
Teatro do Núcleo Experimental Rua Barra Funda, 637, Barra Funda
Temporada: 28 de junho a 21 de julho
Às sextas e aos sábados, às 21h; e aos domingos, às 19h
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$10 (meia-entrada)
Capacidade: 65 lugares
Informações: (11) 3259-0898
Classificação: 12 anos
Duração: 95 minutos

One thought on “A Vida Útil de Todas as Coisas imagina cenário em que entes familiares podem ser substituídos por máquinas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.