Cinderella, o musical - Critica

agosto 22, 2018

A história clássica da menina órfã que sofre nas mãos de sua madrasta e suas duas filhas ainda consegue encantar o publico. 

Cinderela O Musical


No último domingo (19) assistir Cinderella, o musical e logo de cara preciso dizer que foi quase um refrigério para minha alma poder ser tocado por toda a magia e mensagem que as histórias infantis trazem na essência. Como um bom sonhador as vezes a gente desanima e se desilude, mas nada como um musical para nos acalentar e reativar os sonhos não é mesmo? 

Antes de tudo leve em consideração que não sou o público alvo desse musical e como diria o Chapeleiro Maluco:

"Você perdeu sua muiteza"

A princípio confesso que a única coisa que me deixou muito animado foi a beleza do Theatro Net São Paulo. Quando o espetáculo começou as projeções que se misturam com o cenário muito bem pensado para atender a necessidade da peça e ao mesmo tempo são super simples me fizeram repensar a minha opinião e parar de olhar para o lustre do teatro e prestar mais atenção. 

Nesse momento me dei conta de quão incrível é o figurino que estou até agora me perguntando como ninguém em nenhuma crítica que li sobre o musical tenha citado a beleza e funcionalidade do figurino. As trocas de roupas de Cinderella e sua fada madrinha são de deixar o queixo beijando o chão. 

André Loddi que já é um veterano aqui no blog - sempre que posso assisto peças com ele - e Lia Canineu formam uma dupla linda e com uma química perfeita. Juntos conseguem trazer a simplicidade e inocência que os personagens pedem. Assim como a doce fada madrinha interpretada por Ivanna Domenyco  nos envolve e quase me fez acreditar que elas existem. 

LEIA TAMBÉM: Pacto – A História de Leopoldo e Loeb - Crítica


Em termos técnicos não posso dizer que vi nada surpreendente. Posso dizer que o desenho de luz é bem elaborado e em alguns pontos a sonoplastia deixou a desejar. 

Uma coisa que me deixou um pouco incomodado foi alguns trechos da versão em português. Tem uma parte que a Cinderella diz alguma coisa sobre sair na capa da revista. Mas isso são só detalhes né? 

Eu recomendo que vá ao teatro conferir e se emocionar, sim, você vai se emocionar e depois volta aqui e conta pra gente o que você achou. 

Diante de tantas coisas que poderia apontar sobre o musical, o fato desse espetáculo ter rodado o Brasil e quebrar o eixo Rio-São Paulo faz com que ele seja mais especial ainda. 


"Democratizar a cultura em um país tão carente de acesso ao poder transformador do teatro merece e sempre que possível será citado neste blog." 

Essa iniciativa da produtora executiva do musical (Renata Borges) é muito válida e acho que foi pouco reconhecida. 

Mais informações sobre o musical como: valores, datas e local você pode conferir AQUI




Por: Diorman Werneck
Foto: Caio Gallucci/Leo Aversa/Divulgação
Agradecimentos: Touché Entretenimento

VOCÊ PODE GOSTAR

0 comentários

CURTA NO FACEBOOK

SEGUIDORES