Ecossexualidade: Ela existe e vamos te apresentar

setembro 09, 2018

Ecossexuais: Entendendo a relação do homem com a natureza, incluindo a palavra SEXO no meio, literalmente.

Uma série de fatores relevantes nos levam a pensar nos cuidados que devemos ter com o
planeta, desde o aquecimento global até a necessidade de utilização de produtos que
eliminam composições não biodegradáveis de suas fórmulas. 

Alguns se tornam vegetarianos, veganos, outros separam o lixo reciclável, alguns se tornam ativistas do Greenpeace, as blogueiras fazem um publi-post.

E lá vamos nós!

Um curioso grupo tem chamado bastante atenção pós virada de século, sendo chamados de loucos pelos mais religiosos e ativistas perdidos por algumas mídias. 

Os ecossexuais tendem a ter uma relação mais intima com a natureza, e quando falo de íntima me disponho a falar de sexo, ou uma boa foda no termo popular.

Em uma analise simples pude notar que eles são divididos ou melhor, caracterizados em
grupos que praticam essa relação baseada na forma em que pretendem cuidar do planeta.

Existe os que são mais tímidos, estes usam produtos biodegradáveis, se preocupam com o
impacto que seu consumo gera à naturezaOs inicialmente descolados, que praticam atividades ao ar livre, praticam o nudismo “vibes e tal”. 

Bora correr todo mundo balançando o sino. (Bate o sino, pequenino, sino de Belém).

Os amantes, esses gostam de esfregar em árvores, plantas, flores, no solo e "batem bolo" numa cachoeira a fim de alcançarem o orgasmo.

É, meus amores, isso mesmo!

A turma da bronha, ou punhetinha como chamamos. 



Eles praticam sexo de verdade na natureza com a natureza, isso os faz acreditar ter maior profundidade na relação. Os “lovers”, consideravelmente mais dedicados buscam eternizar suas relações com a natureza oficializando tal em casamentos com o sol, a lua, o céu, a terra, neve, carvão, mar, enfim. 

Mostram que seu entendimento de amor é muito vasto, e que a natureza já lhes proporciona o prazer da vida, sendo grato a isso alguns justificam sua relação.

Brincadeiras à parte, porque usei termos mais populares para ilustrar a relação dessas pessoas que também mantem suas relações afetivas com seres humanos, sejam heterossexuais ou LGBTQ+ e que a real importância do movimento é o amor incondicional ou absoluto à natureza como um todo.

De certa forma os ecossexuais acreditam que podem salvar o planeta e isso é bom para todos nós. Não é mesmo? 

Mas é preciso deixar bem claro que “TODA FORMA DE AMOR É VÁLIDA” e deve ser respeitada.

E aí, gostaram? Agora tomem cuidado para não ficarem "batendo uma" na frente das
plantinhas, elas podem estar olhado.





Por: Roberto Mourão 
Edição: Diorman Werneck
Fotos: Spark Post/Google





VOCÊ PODE GOSTAR

0 comentários

CURTA NO FACEBOOK

SEGUIDORES