Toda vez que vou escrever sobre uma obra que não é original sinto uma pequena angústia, não sei se esse é o sentimento certo ou a melhor forma de expressar o que sinto, mas vou tentar ser mais claro sobre o musical do que sou com meus sentimentos.

Quando a gente pensa no musical Pacto – A História de Leopoldo e Loeb, automaticamente vem à mente o crime de 1924 que chocou todos os cidadãos de Chicago, mas o assassinato do menino de 14 anos inspirou várias obras ao redor do mundo.


O que é facilmente compreensível diante da magnitude que o caso tomou. Uma coisa pra mim ficou certa: Por mais que existam várias obras inspiradas nesse caso dificilmente irei encontrar outra que possa me prender como essa montagem do musical off-broadway dirigida por Zé Henrique De Paula.

O usando elementos básicos como cenário – o que acho fantástico – eles nos faz prestar mais atenção a preparação corporal e adereços das cenas. Leandro Luna consegue nos transportar no tempo apenas com sua voz que habilidosamente vai alternando entre as passagens de tempo onde o personagem narra como o crime aconteceu (flashbacks) e o que os levaram a cometê-lo.

Andre Loddi, coloca em cena um personagem complexo e com uma personalidade perturbadora e medonha. Durante todo o espetáculo me perguntei como ele deve sair exausto daquele palco.

Essa história poderia usar várias alternativas para explorar as músicas, mas nunca vi a simplicidade e elegância de um piano substituir tão bem qualquer instrumento dentro de um musical. Não poderia deixar de dizer: Andrei Passer é um pianista de tirar o chapéu e arrepiar uma plateia inteira até de costas.

Leia também: A VIDA ÚTIL DE TODAS AS COISAS

A iluminação não traz nada de especial e surpreendente, e por mais que você goste de efeitos e desenhos de luz não vai sentir falta, porque vai estar envolvido demais com a performance e o conjunto da obra. O que já não acontece com a sonoplastia que é incrivelmente apurada e sincronizada com a cena.

De todas as formas, me arrependo do fundo da minha alma ter ido assistir tarde esse musical. Se você assim como eu deixou pra última hora não se desespere que ainda dá tempo de correr pro Teatro Porto Seguro e conferir.

O musical fica em cartaz até 30 de agosto.

Se quiser conferir um trecho do espetáculo vou deixar aqui o link: ASSISTA O VIDEO.

SERVIÇO: Pacto – A História de Leopoldo e Loeb
ONDE: Teatro Porto Seguro
Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo
QUANDO: As Quartas e Quintas até 30 de agosto às 21h
QUANTO: A partir de R$ 20,00 (meia entrada)
MAIS INFOR: CLICA NESSE LINK AQUI!

Se gostou compartilha, se não gostou explica aqui nos comentário e compartilha também!

Por: Diorman Werneck
Fotos: Caio Gallucci/Divulgação

One thought on “Pacto – A História de Leopoldo e Loeb – Crítica”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.